vistoria do imóvel

Vistoria do imóvel: os itens que não pode deixar passar

Aluguel | Compra/Venda | 06/12/2018 | Tempo de leitura: 4 minutos

Se você encontrou o imóvel que atende as suas reais necessidades, agora, é hora de formalizar a locação do espaço para uso próprio. Tão importante quanto o contrato de locação em si, é o laudo de vistoria do imóvel, documento que irá mostrar em quais condições a casa ou apartamento foi entregue pelo proprietário ao inquilino.

O laudo de vistoria tem como principal objetivo descrever qual o estado de conservação e usabilidade do imóvel a ser disponibilizado para locação. Assim, tudo fica documentado e, caso exista alguma dúvida, será possível fazer uma análise sobre possíveis danos ou reparos realizados junto à moradia durante a vigência do contrato de aluguel.

Para ter efeito legal, o documento deve ser corretamente preenchido, sem rasuras e com a maior quantidade possível de informações, inclusive com fotos do imóvel. Toda e qualquer particularidade da moradia deve ser apontada por ambas as partes (proprietário e inquilino) e, se todos estiverem de acordo, o laudo será assinado na presença de duas testemunhas e também pelo fiador, caso existir.

Dessa forma, o laudo de vistoria do imóvel traz tranqüilidade e conveniência, tanto para o dono do imóvel, quanto para o inquilino. Antes de pegar as chaves do novo imóvel, considere esse importante item que deverá estar anexado junto ao contrato de locação.

Para lhe ajudar nesta tarefa, listamos alguns itens que devem constar no laudo de vistoria do imóvel:

Alvenaria, fundação e alicerce

Sem dúvida, esses itens merecem atenção especial, pois estão diretamente ligados à infra-estrutura do imóvel. Problemas na fundação e alicerce comprometem a segurança do imóvel, expondo o morador à riscos de desabamento ou soterramento.

Por isso, quando da assinatura do laudo de vistoria, veja se constam informações sobre esse importante item e, no caso de dúvida, verifique você mesmo se o imóvel parece ser seguro para morar.

Infiltrações e umidade nas paredes

Um dos maiores problemas relatados por moradores de imóveis alugados, está relacionado a infiltração e umidade nas paredes, fato que provoca o indesejado mofo nos cômodos.

Procure por partes úmidas por dentro da parede e desconfie de camadas mais densas de tinta em alguns locais que possam ser usadas para “maquiar” a existência de infiltrações naquela área. Se houver umidade em alguma parede, exija o imediato reparo, já que a tendência é da situação se agravar.

Qualidade e aspecto da pintura dos cômodos

Verifique qual o tipo de tinta utilizada na pintura das paredes (tinta à óleo, uso de massa acrílica, etc.). Mais do que deixar o imóvel com um visual bonito e agradável, a cor da tinta deverá trazer harmonia para o espaço e satisfazer as necessidades do inquilino.

Mas, nada impede que o inquilino dê o seu “toque especial” na casa, trazendo uma cor única e diferenciada para o seu lar. Cor e aparência atual, tanto da pintura interna, quanto da pintura externa, devem constar no laudo de vistoria.

Parte hidráulica

Problemas com vazamento e entupimento de canos e conexões hidráulicas representam uma grande dor de cabeça e trazem prejuízos para quem mora tanto em casa, quanto em apartamento.

Verifique o estado da parte hidráulica do vaso sanitário, pia do banheiro, da cozinha e da área externa. Teste o funcionamento das torneiras e observe a quantidade de vazão de água do chuveiro. Geralmente, pouca água indica existência de entupimento nos canos.

Parte elétrica

Tão importante quanto a disponibilidade de água no imóvel, está o uso da energia elétrica. Tenha atenção especial com a parte elétrica do imóvel, ou seja, verifique o funcionamento das tomadas e a usabilidade dos pontos de luz (luminárias e lâmpadas, etc.).

Fios expostos e soltos, além de impactar negativamente o ambiente, representam um risco para os moradores, principalmente para quem tem criança pequena em casa. Faça testes junto aos interruptores de luz e solicite reparos, caso necessário.

Janelas, portas, trincos e fechaduras

Por mais bonitas que sejam, portas e janelas devem também ser seguras. Veja o estado de conservação desses itens, verificando se, tanto a porta, quanto as janelas, abrem e fecham corretamente, não apresentando sinais de “estar fora do prumo”.

Observe se existem grades ou gradil nas janelas e, caso necessário, reforce a fechadura da porta com chave do tipo “tetra”. Lembre-se que o imóvel poderá estar vulnerável à ação de pessoas má intencionadas quando você estiver fora de casa.

Pisos e revestimentos

Assim como o aspecto das paredes, a situação dos pisos e revestimentos chamam a atenção logo de imediato. Pisos arranhados, além do visual negativo, demonstram falta de cuidado com a casa.

Se, ao tocar o revestimento do banheiro ou cozinha, surgir um barulho “oco”, provavelmente, há indícios de infiltração por trás da parede. Ou, a peça pode ter sido mal colocada, ficando “solta” junto à parede.

Em ambos os casos, reparos são necessários tempestivamente afim de se evitar o agravamento do problema.

Móveis embutidos

Alguns imóveis disponíveis para locação contam com armários embutidos nos quartos e cozinha. Assim, se for o caso, faça constar no laudo de vistoria a situação dessas benfeitorias do imóvel.

Verifique a situação das gavetas (se elas abrem e fecham com facilidade) e das dobradiças (se não estão enferrujadas). Observe principalmente a limpeza dos armários, já que uma possível sujeira acumulada poderá mascarar defeitos nas peças (rachaduras, trincas, etc.).

Ao assinar o contrato de locação, verifique a existência ou não do laudo de vistoria do imóvel. Se houver negativa por parte do locador em disponibilizar tal documento, providencie você mesmo um laudo de vistoria.

Lembre-se que, ao detalhar as reais condições do imóvel dado em locação, o documento se torna uma ferramenta jurídica (inclusive, com a possibilidade de registro em cartório) para resguardar ambas as partes sobre possíveis direitos e deveres.

A vistoria do imóvel traz tranqüilidade, tanto para o proprietário do imóvel, quando para o inquilino. Por isso, tenha em mente a importância deste documento ao escolher qual imóvel irá atender às suas necessidades.

Pensando em alugar um imóvel? Visite o nosso site, entre em contato conosco e conheça as melhores opções em locação nos diversos bairros de Divinópolis!

Cidade Imóveis

A Locadora e Imobiliária CIDADE IMÓVEIS atua no mercado imobiliário de nossa cidade desde 2002, e vem mantendo uma prática empresarial pautada na ética e no profissionalismo, resultando daí, numa relação de confiança e credibilidade com seus clientes, fornecedores e colaboradores. Considerando seu pouco tempo de fundação, já possui sede própria com modernas instalações em excelente localização, e o que é mais importante, conta com uma equipe qualificada, destacando-se pelo atendimento personalizado a seus clientes, referência de sucesso e modelo de organização em seu segmento.

Comentários: